B2B e B2C: Entenda as diferenças e como vender através do Marketing Digital em cada um deles

B2B e B2C: Entenda as diferenças e como vender através do Marketing Digital em cada um deles

O marketing digital é utilizado por muitas empresas por possuir estratégias e técnicas que são capazes de promover a marca, além de aumentar significativamente a venda de produtos e proporcionar à empresa o destaque no mercado. 

Mas, é preciso saber que as ações de venda de produtos para uma empresa e para um cliente são diferentes. 

E essa não diferenciação de ações é o erro mais comum cometido pelas equipes de marketing. 

Costumamos dizer que uma estratégia envolve razão e a outra emoção, mas formalmente essas ações são denominadas de marketing B2B e B2C. 

Então, acompanhe esse artigo, e entenda qual é a melhor estratégia para aplicar em sua empresa. 

B2B e B2C: entenda a diferença de mercado

Antes de formar qualquer estratégia, é primordial que você defina para quem você deseja vender os seus produtos, e quem se enquadra no público-alvo de sua empresa. 

B2B – Business to Business: essa estratégia de marketing é utilizada quando sua empresa trabalha com a venda de produtos para outras empresas e companhias. 

B2C – Business to Client: é utilizada por empresas que trabalham realizando vendas diretamente para clientes. 

B2B e B2C: estratégias de marketing

Independente da estratégia utilizada, o marketing realizado é fundamental para que a empresa alcance o sucesso. É papel das campanhas de marketing encontrar as oportunidades oferecidas no mercado, assim como os clientes em potencial, além de prepará-los para o momento da compra. 

Como foi dito anteriormente, é preciso traçar uma estratégia diferente para B2B e B2C. Isso é necessário, pois quando vendemos diretamente para empresas, devemos ser guiados pela razão, porém ao vender para clientes é necessário utilizar estratégias que envolvem a emoção. 

Quando os produtos são vendidos para empresa, todo o processo de compra tende a ser mais complexo, pelo fato de os valores serem maiores, uma ação errada pode interferir diretamente na receita da empresa, trazendo dificuldades financeiras. 

Por esse motivo, antes de realizada a compra, a oferta é estudada por diversos colaboradores, aumentando o tempo do ciclo de venda. Outra característica de quem trabalha com empresa, é que a cartela de clientes é reduzida, porém o valor investido por cada um deles é mais alto. 

Agora, quando os produtos são oferecidos a clientes, o ciclo de venda é mais curto, o número de clientes é mais extenso, porém o valor adquirido com cada venda é menor. Na maioria das vezes o cliente fecha o negócio através da emoção. 

Viu só a diferença?! Vamos te explicar melhor em que as estratégias de vendas se assemelham e no que elas se diferem. Entenda:

B2B e B2C: semelhanças

Uma semelhança que pode ser aplicada nas duas estratégias é o funil de vendas. Já que o foco de cada uma ainda não possui uma decisão de compra, é necessário criar ações que informem esses clientes em potencial sobre as soluções oferecidas pelo produto, para que esse cliente chegue ao fundo do funil. 

Porém, o funil possui leituras diferentes em cada um dos segmentos. 

B2B e B2C: diferenças

Ao aplicar o funil no B2B o número de clientes em potencial encontrados no topo é menor quando comparado com o B2C. O ciclo de vida é maior e na maioria das vezes não existe uma demanda, porém o ticket médio é maior. 

E por mais que isso pareça atraente, pode dar muita dor de cabeça. Já que a perda de um ou dois clientes podem afetar significativamente a receita da empresa comprometendo sua renda. 

Para que isso não aconteça você pode criar um atendimento personalizado para seu cliente, buscar quais as necessidades de cada um deles, fazer uma boa explicação sobre as soluções propostas por seu produto, além de mostrar seus benefícios a curto, médio e longo prazo. 

Quando o funil é aplicado no B2C a quantidade de leads levantados é maior, e pelo ciclo de venda ser menor, a emoção leva o cliente a fechar a compra. Por isso, é importante possuir opções para apresentar no mercado e se destacar entre as empresas do seu segmento. 

Você pode investir em redes sociais para alcançar esses resultados, além de marketing de conteúdo e investir nas influencers digitais. 

Entendeu a importância de saber diferenciar os dois segmentos? E como uma estratégia errada pode prejudicar a sua empresa? 

Se você ainda ficou com alguma dúvida e quer mais sugestões de estratégias para utilizar em cada segmento, temos uma oportunidade imperdível para você.

Através da consultoria da Troppa Digital muitos empreendedores mudaram, e continuam mudando, a realidade do seu negócio. Faça como eles Clique Aqui Agora e garanta o sucesso de sua empresa também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Arquivo

Categoria

Contato